Henfil

December 6, 2018

5
1 votos
Título original:Henfil
Ano de produção:2017
Gêneros:Documentário
Duração:1h 15min
Nacionalidade:Brasil
Direção:Angela Zoé
Elenco:Jaguar, Ziraldo, Lucas Mendes

Sinopse do filme

Todos os gêneros cinematográficos têm seus códigos próprios e o documentário não é diferente. O cinema não-ficcional traz suas armadilhas e suas possibilidades e cabe a um cineasta saber usar a linguagem à favor do discurso que pretende passar em suas obras. Em Henfil, a diretora Angela Zoé (Meu Nome é Jacque) tem a tarefa de abordar a intensa vida de Henrique de Souza Filho, cartunista que se levantou como uma das mais ácidas e inteligentes vozes de crítica social e comportamental no Brasil dos anos da ditadura militar. Para isso, a cineasta optou por mesclar uma estrutura de documentário tradicional (com imagens de arquivo, entrevistas antigas do biografado, depoimentos de pessoas próximas à figura principal) com uma arriscada proposta: Construir a narrativa enquanto acompanha um grupo de jovens estudantes transformarem algumas das principais criações do artista em animação. A decisão é original, mas as duas frentes do filme não são igualmente interessantes.

Dono de traços singelos, mas expressivos, e palavras espirituosamente sarcásticas, Henfil escreveu seu nome na história da imprensa brasileira graças aos trabalhos como cartunista no incendiário tabloide O Pasquim. Com uma participação indelével na construção do status antológico da publicação carioca, ele apresentou nas páginas do semanário personagens clássicos como Ubaldo, Graúna, Cangaceiro Zeferino, Bode Orelana e os Fradins. Suas criações que partem de sátiras de figuras da vida brasileira cotidiana e ajudam a compor uma crônica sobre os anseios e medos de um país em transformação.

Os depoimentos dos cartunistas Jaguar e Ziraldo, dos jornalistas Lucas Mendes, Sérgio
Cabral e Tárik de Souza, e da irmã Glorinha são acompanhados de forma honesta. Entre as anedotas, uma das mais engraçadas diz respeito à série de ilustrações do Cemitério dos Mortos-Vivos, peças mordazes criadas por Henfil durante o repressivo governo Médici, marcado pelo acirramento das práticas de tortura contra opositores ao regime. Nos desenhos, o artista "que não perdoava ninguém" sepultava figuras da vida pública brasileira que, em sua visão, mostravam simpatia à ditadura. O caso do "enterro" simbólico de Elis Regina — retratado de forma artificial na problemática cinebiografia Elis — toma destaque e revela-se ainda mais interessante ao mostrar que da rusga entre o ilustrador e a cantora nasceu uma amizade. Em outro momento, é revelado que Fernanda Montenegro e Clarice Lispector também receberam a mesma "homenagem" do artista e que Carlos Drummond de Andrade só não foi alvo da caneta "mortal" de Henfil porque Ziraldo vetou.

Assistir Henfil Dublado Online

image/svg+xml
image/svg+xml

Filmes das mesmas categorias

5
Om det oändliga
  • 2019
  • Drama, Fantasia
0
High Flying Bird
  • 2019
  • Drama, Esporte
0
The Devil Has a Name
  • 2019
  • Comédia, Comédia dramática
0
Synonyms
  • 2019
  • Drama