Yara

January 10, 2019

5
1 votos
Ano de produção:2018
Gêneros:Drama
Duração:1h 41min
Nacionalidade:França
Direção: Abbas Fahdel
Elenco: Michelle Wehbe, Elias Freifer, Mary Alkady

Sinopse do filme

O Vale do Kadisha, no Líbano, ao sudeste da cidade de Trípoli, é uma região isolada, repleta de escarpas e montanhas belíssimas que ampliam a santidade local, um reconhecido retiro monástico cristão, um dos mais primitivos do mundo, conhecido por seus mosteiros antigos e sua geografia sinuosa e selvagem. Guiados pela contemplação desta vida rural de animais, céus extensos e paisagens iluminadas pelo sol que cai no fim da tarde, demora até percebermos a presença humana, a presença de Yara (Michelle Wehbe), a protagonista de um filme peculiar, que se equilibra na fronteira entre a ficção e a realidade.

Habitando um registro temporal singular, dilatado e muito próprio, o quinto longa-metragem do documentarista Abbas Fahdel (Terra Natal) é um oblíquo retrato do isolamento, da solidão, do peso das tradições e da imobilidade de territórios tão ímpares como o que serve de cenário para este drama intimista, indicado ao Leopardo de Ouro no Festival de Locarno 2018. Uma história de amor de verão em seu íntimo, Yara também é uma verdadeira faca de dois gumes em seu cerne: seu hermetismo, característico do paciente cinema árabe, é tanto uma bênção, quanto uma maldição.

Apoiando-se em longos planos que representam o universo campesino do Vale do Kadisha, o cineasta nos faz imergir em um fluxo cinematográfico misterioso e "pontiagudo", que evita a linearidade e as tradições narrativas ocidentais e não nos convida de imediato à trama. Até finalmente romper com o cotidiano e a repetição, e enfim assumir o conflito central entre a protagonista-titular e seu antagonista/interesse amoroso, Fahdel objetiva transformar Yara em um verdadeiro desafio: antes de mais nada, é preciso contemplar, refletir e esperar, como fazem os monges.

É nesta empreitada que o realizador encontra alguns de seus melhores momentos, independentemente da etapa narrativa na qual se encontra. Baseada no choque entre a paisagem do rosto humano e a paisagem física da região do Kadisha, a fotografia deste drama combina planos de extrema profundidade — incrementando, assim, a ilusão de realidade — com enquadramentos de conjunto e closes simbólicos de espelhos, rifles e bichos. É só então, no instante em que já estamos deslumbrados pela beleza local, que surge aquele que opera como uma espécie de intermediário entre filme e plateia: Elias (Elias Freifer).

Assistir Yara Dublado Online

image/svg+xml
image/svg+xml

Filmes das mesmas categorias

5
Om det oändliga
  • 2019
  • Drama, Fantasia
0
High Flying Bird
  • 2019
  • Drama, Esporte
0
The Devil Has a Name
  • 2019
  • Comédia, Comédia dramática
0
Synonyms
  • 2019
  • Drama